Imprimir

Intercâmbio Discente

Para a Escola de Governo da Fundação João Pinheiro, intercâmbio discente é uma oportunidade de formação complementar às demais atividades acadêmicas. A EG considera que esse tipo de experiência amplia a visão de mundo dos estudantes de Administração Pública, promove o contato com novos espaços e culturas, possibilita o exercício da autonomia individual e da interatividade social, auxiliando também, quando for o caso, na fluência em uma língua estrangeira.

Por meio da Gerência de Extensão e Relações Institucionais (GERI), a Escola de Governo auxilia a concretização dos intercâmbios, tanto para seus estudantes, quanto para a vinda de universitários de instituições nacionais e internacionais.

A cada semestre são ofertadas no mínimo duas vagas para cada instituição com acordo vigente. Os estudantes de Administração Pública interessados devem cumprir requisitos estipulados pelo Edital de Seleção para Intercâmbio Nacional e Internacional divulgado semestralmente pela GERI.

Estudantes de outras instituições interessados em fazer intercâmbio na Escola de Governo devem, inicialmente, verificar a existência de Acordo de Cooperação assinado entre a instituição de origem e a Fundação João Pinheiro. Após a verificação, o discente deve preparar um plano de estudo (para análise de viabilidade do intercâmbio) e entrar em contato com a Gerência de Extensão e Relações Institucionais da Escola de Governo.

* Conheça as instituições que mantêm acordos firmados com a Escola de Governo da Fundação João Pinheiro nas abas Cooperação Internacional e Cooperação Nacional.

Veja também:

Depoimentos de alunos da FJP que participaram do intercâmbio

2017 – 1º Semestre

Fundação Getúlio Vargas

Isabella Presotti Tibúrcio

"Estudar por um semestre na Fundação Getúlio Vargas foi com certeza uma experiência que eu gostaria que todos os estudantes da Fundação João Pinheiro pudessem ter. Digo isso pelo conteúdo acadêmico, que por si só já é um grande incentivo, e também pela possibilidade de perceber outras faces da Administração Pública que uma cidade globalizada como São Paulo oferece. Lá pude aprofundar sobre problemáticas governamentais em nível internacional; e ainda perceber a importância da atuação intersetorial para superar os desafios da máquina pública. Adicionando isso à expertise do CSAP sobre questões municipais e estaduais, volto para a BH sabendo que essa troca de experiências valeu por toda a saudade que senti das nossas Minas Gerais!"

 

Universidad de Chile

Juliana Gabriela Carvalho Santos

Pude aprender muito da cultura, além de estudar Administração Pública em uma das melhores universidades do país, a Universidad de Chile, com professores excelentes. Vivenciei o cotidiano chileno e observei o Público sob outro ponto de vista. Pude compartilhar experiências do Brasil e mostrar um país que vai além de estereótipos. Acredito que, para minha carreira, a língua e a ampliação de visão sob todos os aspectos, vão ser essenciais para poder desenvolver e contribuir com um trabalho mais qualificado no Estado de Minas Gerais. Aqui deixo meus mais sinceros agradecimentos à GERI, por proporcionar ao alunos essa oportunidade incrível.

 

Universidad de Chile

Gabriel Ornelas Ribeiro Chaves

“A experiência de intercâmbio na Universidad de Chile é impressionante, principalmente por podermos estudar em uma Universidade referência na América Latina e, também, por possuírem um modelo de Escola de Governo parecido com o nosso. O ensino da universidade é de primeira, confirmando a fama da educação do Chile nos países vizinhos. Quanto à experiência pessoal, a minha opinião é que todos os estudantes deveriam ter a oportunidade de experimentar uma nova realidade e novas culturas. O intercâmbio acadêmico me proporcionou crescimento pessoal e novos amigos para a vida!”